Tags

O Hebraico escrito em caracteres específicos, “ivrit, ou também chamada de לשון הקודש Lĕshôn Ha-Qôdesh é a Língua Sagrada, devido ao fato de ser a língua em que foi escrita a Torá, é uma língua que pertence ao ramo das línguas semíticas, ao qual pertencem o árabe , o aramaico e o síriaco, sendo que os estudiosos creem que sejam todas originadas de um mesmo idioma-raiz conhecido como paleo-semítico, que teria existido cerca de quatro mil anos atrás. O hebraico seria uma ramificação desta raiz, desenvolvido entre o povo hebreu, e cuja história pode ser dividida em dois estágios principais:

Ivrit ou Hebraico Antigo, língua falada pelo antigo povo de Israel desde a época dos patriarcas, tendo uma forte influência canaanita-egípcia. Sua escrita era efetuada no antigo alfabeto hebraico, ainda utilizado atualmente pelos samaritanos. Esta língua perduraria até o Cativeiro em Babilônia.

Ashuri, língua adotada pelos judeus após o retorno de Babilônia, derivada do aramaico, possuindo um alfabeto quadrado. Com a adoção da língua aramaica também o antigo hebraico passou a ser escrito com este alfabeto (o mesmo que se utiliza desde então, até nossos dias no hebraico moderno). A adoção da escrita hebraica com caracteres aramaicos é atribuída a Ezra, o escriba. Esta língua continuará sofrendo influências de outros idiomas através da história judaica, e serve de base para o que conhecemos como o Hebraico Moderno.

Israel é o único país onde se fala o Hebraico.